quinta-feira, 14 de abril de 2011

Cambuí Hokidashi

Olá pessoal...
Desculpem a ausencia por esse tempo todo. Vamos voltar a ativa agora.
Para essa primeira postagem do ano, gostaria de falar um pouco sobre o estilo hokidashi.
Segundo os livros clássicos japoneses, é um dos estilos mais difíceis de se executar. Ao contrário do que se imagina, não é apenas um tronco reto com uma copa redonda.
Neste estilo exige-se a perfeição em questões como:
1.nebari, que precisa ser radial, equilibrado e "ramificado". A grossura das raízes, sua ramificação em raízes secundárias e terciárias, a distribuição ao redor do tronco... tudo precisa acompanhar a lógica dos galhos.
2. Proporção: Um tronco grosso exige galhos grossos, de maneira uniforme.
3. Galhos: Devem ser bem distribuidos, com conicidade e ramificação bem definidos.
4. copa: Uma copa boa não é a mesma coisa que uma copa topiada. Muitas vezes vemos hokidashis que não passam de topiarias, onde a copa é podada aredondada e nada mais.
Um hokidashi exige que cada galho, cada ramo, seja trabalhado e definido com atenção.

Isso pode levar anos.
O método mais acertado é "crescer e cortar". Deixamos os galhos crescerem livremente até atingirem a grossura desejada. Aí cortamos bem curtos, para que os brotos formem as ramificações secundárias. Novamente, deixamos crescer, e cortamos, para formar as ramificações terciárias, e assim por diante.
Sempre selecionando, aramando e distribuindo os galhos.

Uma proporção intereçante é usarmos: para cada galho, dois brotos, que vao gerar mais dois cada, e teremos 4, e assim por diante.

Algumas imagens de uma planta trabalhada desde janeiro 2010.
Ganhei ela do amigo Hugo de Arabutã-SC. Ele havia coletado e deixado crescer os galhos primários, que já estavam na grossura ideal quando ganhei ela.
Primeiro trabalho, uma poda para estimular brotação interna.
depois, em setembro, podei os galhos primários na altura definica como ideal para a primeira parte da copa.
Com a nova brotação, comecei a podar e selecionar os galhos secundários, que vao agora crescer e engrossar por um ou dois anos.
Seguem as fotos:






3 comentários:

Euclydes disse...

Esse é o Valdir! Artista, no bom sentido da palavra. Parabéns mano véio!!

Anônimo disse...

Cara, muito show de bola mesmo. Trabalho muito bem conduzido!

Queremos ver as atualizações hein!!

Um grande abraço,

Renan c. Braido

Leonardo Couto disse...

Muito didádica essa tua forma de falar de calibre dos galhos "crescer e cortar"
Curti!!
Vou experimentar em minha jabuticab, pois estou precisando compactá-la!!
Abraço,

Leonardo Couto